Prefeitura de Vitória

Voltar
MenuMenu

Projetos para o Trânsito

Os principais corredores viários da capital são alvo constante de ações para melhorar a mobilidade urbana, pauta fundamental na discussão das cidades que se preocupam com a qualidade de vida e a sustentabilidade. Vitória não fica de fora e conta com diversas iniciativas para melhorar a circulação.

Avenida Adalberto Simão Nader é alvo de estudo para ampliação

Marcos Salles

Avenida Adalberto Simão Nader

Com 1,9 km de extensão, a avenida Adalberto Simão Nader é um importante eixo viário do município, pois representa um apoio de circulação na região norte na cidade. A Prefeitura estuda a ampliação da via com a construção de três faixas por sentido, baias de ônibus, calçada cidadã e ciclovia com no mínimo 3 m de largura.

As travessias de pedestres serão reformuladas para dar mais segurança para todos. Espera-se que a expansão da capacidade da via minimize as retenções de fluxos e os congestionamentos e, sobretudo, aumente a segurança de pedestres, ciclistas e veículos.

Além disso, há também projeto de paisagismo e urbanização para a melhoria do nível de serviço. Outro objetivo é preparar a avenida para ser um novo eixo de desenvolvimento do município. Ainda não há previsão de início da obra.

Última atualização em 21/03/2014

Voltar para o topo

Rede promove cooperação entre governos e empresas na área de mobilidade

Cities for Mobility, que em inglês significa "Cidades pela Mobilidade", é uma rede internacional que visa a trabalhar com todas as questões que envolvem a mobilidade urbana. A rede é coordenada pela cidade de Stuttgart, na Alemanha, e promove cooperação transnacional entre governos locais, empresas de transporte, outras empresas, sociedades civil e científica, com o objetivo de amparar o desenvolvimento de sistemas de transporte eficientes e sustentáveis.

A missão da rede é ligar, de maneira global, cidades e outros intervenientes que possuam uma compreensão compartilhada das necessidades em posicionar os sistemas de mobilidade urbana em bases que estejam em consonâncias com as demandas sociais, econômicas e ecologicamente sustentáveis.

Mais informações

http://www.cities-for-mobility.net/

Última atualização em 21/07/2014

Voltar para o topo

Portal Sul: entrada sul de Vitória é alvo de complexo projeto viário

O Portal Sul é um macroprojeto para melhorar as condições de tráfego, a fluidez do trânsito e a segurança de ciclistas, veículos e pedestres na região sul e portuária da cidade. Essa área é de grande importância para o município, visto que é uma das principais entradas para a capital e o principal acesso ao Porto de Vitória.

A proposta do Portal Sul é separar o fluxo de caminhões do porto dos outros veículos. A ideia é permitir que eles entrem na área portuária durante 24 horas. Hoje existe um decreto que proíbe o funcionamento do terminal em determinados períodos do dia e da noite. Isso prejudica a competitividade da unidade, que é uma das poucas do Brasil que não trabalham integralmente.

Redução de congestionamento

O tráfego intenso na região, com grande participação de veículos de grande porte (ônibus e caminhões), confere ao corredor lentidão em alguns períodos do dia, trazendo impactos principalmente à operação dos sistemas de transporte coletivo (municipal e intermunicipal).

Além de uma entrada exclusiva para o porto, o Portal Sul prevê a implantação de três faixas por sentido, faixas de pedestres e de baias de ônibus com espaço para parada simultânea de, no mínimo, cinco coletivos.

Estudos estão sendo feitos para readequar o traçado viário da região, a fim de melhorar a geometria e aumentar a capacidade da via, minimizando as retenções de veículos e aumentanto a segurança para pedestres e ciclistas.

Última atualização em 21/07/2014

Voltar para o topo

Trânsito Livre nasce para melhorar o fluxo. Mapa mostra mudanças

Yuri Barichivich

Jardim Camburi e o Sistema Binário

Com o objetivo de desafogar o trânsito em vias importantes de Vitória, a Prefeitura criou o Projeto Trânsito Livre. Jardim Camburi é o primeiro bairro a receber a iniciativa. Toda a alteração foi definida em encontros do prefeito, secretários e técnicos com a comunidade.

Veja aqui o mapa com as mudanças

Após a primeira fase de implantação do projeto, os moradores serão novamente ouvidos, seguindo a linha da Gestão Compartilhada, marca da atual administração.

A ação começa com atividades educativas e mudanças na sinalização e segue com o início do funcionamento efetivo do sistema binário, que vai transformar ruas de sentido duplo em mão única. Inicialmente, 13 ruas vão mudar, total ou parcialmente. São elas:

  • Avenida Munir Hilal
  • Rua Florêncio Batista
  • Rua José Anchieta Fontana
  • Rua João Batista Miranda Amaral
  • Rua Carlos Romero Marangoni
  • Rua Darly Antônio Lima
  • Rua Dora Vivacqua
  • Rua Dulce de Brito Espíndula
  • Rua Aurora de A. Ferreira
  • Rua Odenir Freitas Castro
  • Rua Agenor Amaro dos Santos
  • Rua Milton Manoel dos Santos
  • Rua Ruy Pinto Bandeira

A seguir, outras vias serão incluídas.

Última atualização em 16/07/2014

Voltar para o topo

Viaduto de Jardim Camburi melhora trânsito no final da praia

Yuri Barichivich

Viaduto da Vale concluído

O viaduto de Jardim Camburi foi construído para melhorar o fluxo de veículos, acabar com os engarrafamentos e dar mais segurança ao trânsito na região. Com 120 metros de extensão, a obra foi feita no final da praia, entre as ruas Florência Baptista e Alvim Borges da Silva.

Outro objetivo é facilitar o acesso de veículos ao Complexo de Tubarão. Agora, quem segue para a parte final do bairro passará por uma alça que desvia o trânsito de veículos da avenida Dante Michelini, interligando as avenidas dos Expedicionários e Munir Hilal.

O motorista que estiver vindo pela avenida Dante Michelini não tem mais acesso direto para a rua José Celso Cláudio. Ele será por baixo da alça do viaduto. Os carros vindos de Atlântica Ville também não terão mais acesso direto a Dante Michelini. O acesso será à direita, através da rua Munir Hilal, pela avenida Manoel Nunes do Amaral, com retorno na rua Florêncio Batista ou José de Anchieta Fontana.

A mudança também possibilitou a redução no tempo dos semáforos, além de ampliar em 250 metros o calçadão, que será reurbanizado pelo município, e a ciclovia da orla de Camburi. A obra foi feita em uma parceria entre a Prefeitura de Vitória e a Vale, em um investimento de R$ 20 milhões.

O viaduto em números:

  • 120 metros de comprimento
  • 150 empregos diretos
  • 12 mil metros cúbicos de aterro
  • 2,7 mil metros quadrados de terra armada
  • 15 vigas principais, cada uma com 16 metros de comprimento e 4,5 metros de altura
  • Vão livre de 14 metros

Última atualização em 21/07/2014

Voltar para o topo

Rodovia Serafim Derenzi: ampliação

Samira Gasparini

Avenida Serafim Derenzi

Destacável corredor de transporte do município, a Rodovia Serafim Derenzi atravessa a parte oeste da ilha de Vitória e possui 13 km de extensão. Os levantamentos realizados pela Prefeitura preveem a necessidade de ampliação de toda a avenida.

O projeto é fruto de uma parceria com o Governo do Estado, que abriu licitação para contratar uma empresa especializada que desenvolverá estudos de viabilidade, de engenharia e de três possíveis traçados. Ela também avaliará a construção de dois túneis e de viadutos.

Atualmente, a Serafim Derenzi conta com uma faixa por sentido. Com a ampliação, passará a ter três faixas por sentido, sendo uma exclusiva para o Transporte Rápido por Ônibus (BRT).

Última atualização em 19/08/2014

Voltar para o topo

Avenida Leitão da Silva tem projeto de reestruturação

Elizabeth Nader

Pedestre atravessa a Avenida Leitão da Silva em frente ao valão

A avenida Leitão da Silva é um relevante eixo viário da capital, já que, em conjunto com a avenida Nossa Senhora da Penha, representa um apoio de circulação em seus 2,6 km. O projeto de ampliação busca minimizar os congestionamentos e, principalmente, melhorar a segurança dos pedestres, ciclistas e veículos.

A avenida, que terá o valão coberto, será ampliada em quase toda a sua extensão, ganhando mais uma pista de rolamento - ao todo, serão três faixas para cada sentido de tráfego -, e receberá uma ciclovia compartilhada e reforma das calçadas. Também será feita a abertura de novas ruas para proporcionar um tráfego direto em vias do entorno.

O projeto prevê a execução da calçada, ciclovia e rampas de acessibilidade, com implementação de ladrilhos hidráulicos, drenagem, pavimentação das duas praças propostas com blocos de concreto intertravados, lixeiras, bancos de concreto, postes decorativos de iluminação das praças, abrigo de passageiros, assim como remoções e demolições de elementos que interferem com o projeto.

Poucas desapropriações foram feitas. A nova Leitão da Silva contará também com a abertura de duas ruas ligando avenida com a rua Misael Pedreira da Silva. Essa intervenção atinge a Escola Desembargador Carlos Xavier Paes Barreto, área que pertence à Secretaria de Estado da Educação (Sedu). No local, será feita uma cessão de uso.

A obra, que faz parte das intervenções de implantação dos corredores de ônibus na cidade, está em andamento. Ela é fruto da parceria do Governo do Estado e Prefeitura de Vitória. O investimento é de R$ 50.343.757,28. 

Última atualização em 19/08/2014

Voltar para o topo

PREFEITURA MUNICIPAL DE VITÓRIA
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000

Versão clássica