Artesanato


O artesanato capixaba foi catalogado pela primeira vez em 1982. De lá pra cá, apesar de algumas mudanças, a grande variedade de produção artesanal do Estado se manteve: tecelagem, cerâmicas, fibras e trançados, objetos em coco e madeira são alguns exemplos, além dos trabalhos com conchas e sementes.

Inúmeras particularidades marcam o artesanato capixaba e, consequentemente, a cultura do Estado. Só o Espírito Santo tem o congo, tradição viva nas vozes do povo e no som da casaca. Já Vitória é a cidade que se destaca na produção das panelas de barro, a partir da técnica secular que as mulheres da região de Goiabeiras herdaram dos índios.

Assim se constrói a identidade do povo capixaba, firmada em tradições que vieram dos colonizadores portugueses, dos imigrantes de diversas áreas da Europa e também de tradições africanas.

Panela de barro

Vitor Nogueira
Panela de barro

A produção artesanal de panela de barro é uma das maiores expressões da cultura popular de Vitória e do Espírito Santo. A técnica na produção, assim como a estrutura social das artesãs, pouco mudou em mais de 400 anos, desde quando era produzida nas tribos indígenas. Anualmente essa tradição é celebrada, com a Festa das Paneleiras.

Nos últimos séculos esse trabalho sempre garantiu a sobrevivência econômica de famílias. As artesãs estão vinculadas à Associação das Paneleiras. A maioria delas trabalha em um galpão em Goiabeiras. O galpão tem 32 cabines, todas com bancada, armário e prateleiras individuais. No segundo piso, existe uma área que permite aos visitantes visualizarem todo o trabalho nas cabines e ainda proporciona uma visão incrível para o mangue.

Para fazer as panelas, as artesãs retiram a argila do Vale do Mulembá, local situado no bairro Joana D'Arc, na Ilha de Vitória. Do manguezal que margeia a região de Goiabeiras é extraída a casca da Rhysophora mangle, popularmente chamada de mangue vermelho. Essa casca permite extrair a tintura impermeabilizante de tanino, com a qual são açoitadas as panelas ainda quentes.

Por tradição as autênticas Moqueca e Torta Capixabas, dois pratos típicos regionais, devem ser servidos nas panelas de barro.

Saiba mais

Onde fica

Endereço: Rua das Paneleiras, 55, Goiabeiras - Ver no mapa
Horário de funcionamento: Segunda a sábado, das 8h às 18h30, e aos domingos, das 8h às 15h.
Mais informações: (27) 3327-0519

Última atualização em 03/04/2019, às 13h58

Loja do Artesanato Capixaba

André Sobral
Loja Artesanato Capixaba

A Loja do Artesanato Capixaba é uma parceria entre a Prefeitura de Vitória, o Governo do Estado, o Sebrae - ES e o Instituto Panela de Barro. No local, os visitantes podem encontrar o que, de fato, é da raiz do Espírito Santo.

Onde fica

Shopping Vitória - 2º Piso
Avenida Américo Buaiz, 200, Enseada do Suá (dentro do Shopping) - Ver no mapa
Segunda a sábado, das 10h às 22h
Domingos e feriados, das 14h às 20h
Loja de Artesanato Capixaba – Hortomercado
Rua Licínio dos Santos Conte, 51, Enseada do Suá - Ver no mapa
De segunda a quarta-feira das 11h às 19h
De quinta a sábado das 11h às 22h
Domingo de 11h às 17h

Outra opção

Acarte Artesanato Capixaba
Aeroporto de Vitória -Saguão de Passageiros/2º Piso - Ver no mapa
Av. Roza Helena Schorling Albuquerque, s/n.
Segunda a sexta: das 7h às 21h
Sábado e domingo: 7h às 20h
Telefone: (27) 3315-0174

Última atualização em 19/07/2019, às 19h08

Artes na Praça

Elizabeth Nader
Feira de Artesanato na Praça dos Namorados

Nos finais de semana, a praça dos Namorados abriga a tradicional Feira de Artesanato Artes na Praça, que oferece artesanatos e comidas típicas, além de shows artísticos.

O programa Artes na Praça, hoje sobre a responsabilidade da Companhia de Desenvolvimento, Inovação e Turismo de Vitória (CDTIV), existe há aproximadamente 30 anos. Sua criação oficial, no entanto, ocorreu por meio da Lei nº 5.759, de 23 de outubro de 2002.

O objetivo do programa Artes na Praça é valorizar o trabalho dos artesãos capixabas e incentivar a produção local, proporcionando a vários empreendedores da Grande Vitória a oportunidade de comercializarem seus produtos.

Hoje, o programa Artes na Praça conta com a participação de cerca de 200 expositores autorizados, atuando nas áreas de alimentação, artesanato, trabalhos manuais, produtos manufaturados e brinquedos de diversão.

Atualmente, ainda, quem tem o desejo de se inscrever para ser expositor no programa Artes na Praça participa de um processo de seleção anual, que é divido em dois períodos. A primeira seleção acontece no mês de maio e, a segunda seleção, no mês agosto.

É possível encontrar objetos de decoração, tapetes, almofadas, esculturas em metais e pedras, entre outros produtos. Também há roupas de cama, mesa e banho bordadas e pintadas a mão, bolsas e calçados confeccionados de forma artesanal, assim como jóias e bijuterias feitas em pedras, metais e fios.

Na parte de alimentos, os expositores oferecem uma diversidade de doces e salgados. São vendidas desde as típicas comidas capixabas, como a famosa torta capixaba, até os quitutes tradicionais de praça, como bolos, docinhos, cachorro-quente e pizzas, dentre muitas outras delícias.

Endereços

Nome[caixa] Local[caixa] Dias da semana Horário Qtde. barracas
PROGRAMA ARTES NA PRAÇA - EXTENSÃO PRAÇA COSTA PEREIRA CENTRO Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta 09:00h às 16:00 40
PROGRAMA ARTES NA PRAÇA - PRAÇA DOS NAMORADOS PRAIA DO CANTO Sábado, Domingo 18:00h às 22:00 191
2 ocorrência(s)

Fonte: SEGES

Última atualização em 12/03/2020, às 14h28

Feiras Comunitárias

Arquivo PMV
Iluminação Pública

Atualmente, há na capital diversas feiras regulares nas quais os expositores atuam nas áreas de alimentação, artesanato, trabalhos manuais, produtos manufaturados e brinquedos de diversão.

As feiras comunitárias foram autorizadas no município pela Lei nº 8.297, de 22 de maio de 2012, decretos nº 15.580 e 15770, de 20 de agosto de 2013, tendo como base das decisões o Regimento Interno das Feiras Comunitárias Regionais do Município de Vitória.

Quem tem interesse em se inscrever em uma feira comunitária deverá seguir as seguintes normas: pessoas que produzam artesanato, artes plásticas, produtos manufaturados, trabalhos manuais ou alimentação; e pessoas que trabalhem com brinquedos de diversão, tais como: cama elástica, pula-pula, piscina de bolas, castelo inflável e outros do gênero.

Também podem participar pessoas que não possuam estabelecimento comercial fixo, mas caso seja comprovado pelo Comitê Local que o expositor, após sua inserção na feira, possua estabelecimento comercial fixo, o expositor será desligado da feira.

Ainda é aberto a participação de pessoas que não tenham funcionários que realizem na totalidade o trabalho de confecção dos produtos; pessoas que não tenham o mesmo domicílio de expositores já cadastrados na feira; e pessoas que não possuam cargo ativo nas esferas públicas municipal, estadual ou federal.

Caso a pessoa interessada em participar da feira comunitária se enquadre dentro dessas normas deve procurar o presidente do Comitê Local.

Conheça os expositores das diversas áreas, e os produtos oferecidos por cada um deles.

Endereços

Nome[caixa] Local[caixa] Dias da semana Horário Qtde. barracas
FEIRA COMUNITÁRIA DE ANDORINHAS ANDORINHAS 18:00h às 22:00h 70
FEIRA COMUNITÁRIA DO CENTRO - PRAÇA COSTA PEREIRA CENTRO Terça, Quinta, Sexta 18:00h às 22:00h 22
FEIRA INTERCOMUNITÁRIA * FORTE SÃO JOÃO Quarta, Quinta 19:00h às 22:00h 0
FEIRA COMUNITÁRIA DE GOIABEIRAS - PRAÇA 3 DE MAIO GOIABEIRAS Quarta, Quinta, Sexta 18:00h às 22:00h 17
FEIRA COMUNITÁRIA DE GOIABEIRAS - PRAÇA DO CENTRO ESPORTIVO - "HI FI GOIABEIRAS Quinta, Sexta, Sábado 19:00h às 23:00h 70
FEIRA COMUNITARIA DO BAIRRO GRANDE VITÓRIA * GRANDE VITÓRIA Quinta, Sexta, Sábado 19:00h às 23:00h 0
FEIRA COMUNITÁRIA JARDIM CAMBURI - PRAÇA MIGUEL ARCANJO FRAGA JARDIM CAMBURI Sexta 19:00h às 23:00h 26
FEIRA COMUNITÁRIA JARDIM CAMBURI - PRAÇA SAGRADA FAMÍLIA JARDIM CAMBURI Sexta, Sábado, Domingo 18:30h às 22:30h 18
FEIRA COMUNITARIA JARDIM CAMBURI - PRAÇA ENG. RENATO LOYOLA - YAHOO JARDIM CAMBURI Domingo 10:30h às 14:30h 12
FEIRA COMUNITÁRIA DE JARDIM DA PENHA JARDIM DA PENHA Sexta 18:00h às 22:00h 106
FEIRA COMUNITÁRIA DO CRUZAMENTO - PRAÇINHA DE JUCUTUQUARA JUCUTUQUARA 18:00h às 22:00h 17
FEIRA COMUNITÁRIA DE MARIA ORTIZ MARIA ORTIZ Sexta, Sábado 18:00h às 22:00h 0
FEIRA COMUNITÁRIA DO BAIRRO ROMÃO * ROMÃO Sexta, Sábado 19:00h às 22:00h 0
FEIRA COMUNITÁRIA DE SANTOS DUMONT * SANTOS DUMONT Sábado 17:00h às 22:00h 0
14 ocorrência(s)

Fonte: SEGES

* Feira regularizada, mas sem atividade no momento.

Última atualização em 03/04/2019, às 14h03

Mercado Vila Rubim

Adriano Monteiro
Feira Criola

Inaugurado em 1969, abriga diversas lojas, uma praça e um mezanino central. Lá se encontra o que há de mais tradicional e único em um mercado: temperos, ervas, artigos de umbanda, pescado, aves, carnes, aviamentos, pequenos animais, doces, roupas, entre outros produtos.

O local é um patrimônio da capital e mostra que o novo, o tradicional e o antigo podem ocupar em harmonia o mesmo espaço.





Onde fica

Rua Orlando Rocha, 92, Vila Rubim - Ver no mapa
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8 às 18h e sábados, das 8 às 14h.
Telefoene: (27) 3222-7422 e 3222-2975

Última atualização em 11/02/2019, às 18h16

Mercado Capixaba de Artesanato

Projetado pelo arquiteto Joseph Pitilick e construído para substituir o antigo mercado municipal, possui formas ecléticas e neoclássicas. Tombado em nível estadual, o prédio foi inaugurado em 1926. Oferece artesanatos em argila, palha, bambu, entre outros.

Onde fica

Endereço: Avenida Princesa Isabel, 245, Centro - Ver no mapa
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 19h, e sábados, das 8 às 16h
Telefone: (27) 3322-6805

Última atualização em 11/02/2019, às 18h17

Artesanato em cerâmica

Foto Divulgação
Cerâmica

O artesanato de cerâmica em terras capixabas remonta ao tempo pré-cabralino. Estudos de sítios arqueológicos apontam que há mais de mil anos vários aborígenes já dominavam a técnica da arte em cerâmica.

Atualmente, são as paneleiras de Goiabeiras, em Vitória, que se destacam na produção do artesanato utilitário de barro. A matéria prima utilizada é obtida em Barreiros, uma região da cidade de Vitória.

Peças decorativas modeladas pelas ceramistas da cidade também podem ser encontradas e adquiridas pelos moradores e visitantes.

Mais informações

  • Galpão das Paneleiras Ver no mapa
    Telefone: (27) 3327-0519
  • Associação das Ceramistas do Espírito Santo/CERAMES
    Telefone: (27) 3325-3979

Última atualização em 03/04/2019, às 14h06

ACARTE - Associação Capixaba de Artesãos

Com a missão de resgatar, fortalecer, aprimorar, organizar, difundir e promover o Artesanato Capixaba e sintonizada com a tendência mundial pela qualidade, os artesãos têm procurado desenvolver seus produtos com a visão da qualidade total, buscando o aprimoramento de suas técnicas, de sua produtividade, mas sempre se mantendo fiel ao princípio do que o artesanato é uma arte feita com as mãos, o que faz com que cada peça seja única, diferenciada, carregando em si todo o encanto e magia do seu momento de criação.

Trabalhos em tecidos como ponto cruz, pinturas, patchwok, tecelagem entre outros são encontrados nas lojas da Associação Capixaba de Artesãos - ACARTE.

Mais informações

Telefone: (27) 3315-0174 e 3327-2855

Última atualização em 11/02/2019, às 18h20


Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6239 (Atendimento ao público de 08h às 18h)