Publicada em 15/06/2018, às 16h37

Por Edlamara Conti (econtieira$4h064+pref.vitoria.es.gov.br), com edição de Matheus Thebaldi

Praça Costa Pereira lotada em ato público de combate à violência contra idosos


Divulgação Semas
Luta contra a violência contra idosos
Praça Costa Pereira recebeu cerca de 600 em ato público do Dia Mundial de Enfrentamento da Violência Contra a Pessoa Idosa
Divulgação Semas
Luta contra a violência contra idosos
Crianças e adolescentes dos Cajuns Romão e Bairro do Quadro fizeram apresentações culturais

A praça Costa Pereira, no Centro, foi ocupada, na manhã desta sexta-feira (15), por cerca de 600 pessoas munidas de faixas, panfletos e cartazes no ato público pelo Dia Mundial de Enfrentamento da Violência Contra a Pessoa Idosa. Os participantes chamaram a atenção de moradores e comerciantes da região com música, especialmente congo, teatro, dança e abordagens educativas pela defesa dos direitos dos idosos.

A manifestação começou com uma caminhada, que saiu do Centro de Convivência para Terceira Idade (CCTI) do Centro, na rua Barão de Monjardim, e seguiu em direção à praça. Crianças e adolescentes dos Cajuns Romão e Bairro do Quadro se juntaram aos idosos, fizeram apresentações culturais e participaram do "pedágio" educativo no semáforo. O grupo de congo do CCTI Maria Ortiz encerrou as atividades do dia.

O ato público foi realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), por meio dos serviços de convivência para a pessoa idosa, como os CCTI´s e os grupos de terceira idade, os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), os Cras e os Cajuns, em parceria com o Conselho Municipal do Idoso de Vitória (Comid).

"Grande parte das violações contra idosos acontece no ambiente familiar, por pessoas da confiança da família. A população precisa estar atenta aos sinais que os idosos apresentam, como uma tendência ao isolamento social", explicou a secretária executiva do Comid, Tatiane de Souza Oliveira Galvão.

Serviços

Além de chamar a atenção da população para o tema da violência contra as pessoas idosas, o ato público teve como objetivo orientar sobre serviços de saúde, de convivência e de assistência específicos para essa faixa etária disponíveis na rede socioassistencial da Prefeitura de Vitória e apresentar os canais para denúncia das violações.

Em 2017, o Disque 100 – canal que recebe denúncias de violações de direitos humanos – recebeu cerca de 33 mil denúncias de violência contra pessoas idosas em âmbito nacional. Desse número, 76,84% foram casos de negligência; 56,47%, violência psicológica; e 42,82%, abuso financeiro e econômico. A maior parte dos casos, 76,3%, ocorre na casa da própria vítima.

"Além dessas formas de violência, os idosos lidam com discriminação, desrespeito, negligência e violência física", disse Tatiane.

Segundo o Disque 100, a maioria dos agressores possui forte vínculo com o idoso: são familiares, vizinhos, amigos e cuidadores.

Canais para denúncia

Disque 100

Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas)
Região Centro:(27) 3132-8065 | (27) 3132-8073
Região Bento Ferreira:(27) 3132-1719
Região Maruípe:(27) 3233-3420

Delegacia do Idoso (27) 3227-9545

Conselho Municipal do Idoso de Vitória (Comid): (27) 3382-6178

Divulgação Semas
Luta contra a violência contra idosos
Participantes levaram cartazes e faixas para as ruas do Centro pedindo o fim da violência contra os idosos
Divulgação Semas
Luta contra a violência contra idosos
Ato público contou com "pedágio" educativo no semáforo da avenida Jerônimo Monteiro
Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 99510-3044 - Protocolo Geral
(Atendimento ao público de 08 às 17 horas)