Revitalização do Centro


A Revitalização do Centro de Vitória é uma das ações prioritárias da administração municipal. Seu objetivo é valorizar a histórica região e reverter seu processo de esvaziamento socioeconômico e cultural, recuperando a atratividade da região central da cidade tanto como local para se viver, como para se investir. Imóveis de interesse de preservação na área têm desconto nos impostos.

Eu Sou do Centro intensifica revitalização de área histórica da capital

Kadidja Fernandes
Escadaria São Diogo
Fabricius Souza dos Santos
Bloco Arrastão do Amor na Avenida Jerônimo Monteiro

O Centro de Vitória é o alvo do programa Eu Sou do Centro, que envolve diversas áreas da Prefeitura da capital com o objetivo de revitalizar a região que concentra intensa movimentação cultural e importantes monumentos da cidade.

As intervenções, que vão desde limpeza, segurança e revitalização de espaços públicos até o fomento de atividades culturais e artísticas, pretendem recuperar a atratividade da região, como local para se viver e para se investir. Ao projeto, somam-se esforços preservar o patrimônio histórico do Centro de Vitória.

O Eu Sou do Centro passa, também, pelo resgate dos antigos carnavais. Shows e o tradicional Concurso de Blocos Carnavalescos da Cidade de Vitória estão na programação, bem como as matinês na Fafi e o Corso Carnavalesco, que promove o encontro de diversos blocos.

Última atualização em 26/02/2019, às 16h06

Ciclovia do Cais do Porto leva mais mobilidade ao Centro

Yuri Barichivich
Ciclovia do Centro

Para o sucesso da Revitalização do Centro, é indispensável a boa qualidade de locomoção pela região. Inaugurada em fevereiro de 2015, a ciclovia do Cais do Porto proporciona segurança e bem estar para os ciclistas que frequentam o bairro.

A ciclovia tem aproximadamente 800 metros e percorre toda a extensão da calçada alta do Porto de Vitória, entre as avenidas Elias Miguel e Getúlio Vargas. Esta ciclovia permite a ligação da ciclovia da Vila Rubim com a calçada compartilhada do Horto Mercado, na Enseada do Suá.

Antes da conclusão da ciclovia, foi realizada a drenagem da área, para impedir alagamentos no local. Anteriormente, a faixa funcionava como estacionamento, que foi transferido para o sistema de parquímetro do Centro.

Última atualização em 02/07/2015, às 15h13

Patrimônio histórico edificado na cidade de Vitória

O patrimônio histórico é o conjunto de objetos, edificações, práticas, saberes e elementos naturais que representam a identidade, ação e memória de diferentes grupos sócio-culturais e são divididos em bens materiais, bens imateriais e patrimônio natural.

O patrimônio histórico edificado é um conjunto de bens materiais e tangíveis construídos pelos humanos, que representa diferentes tempos no curso da história. Designar uma edificação como um patrimônio histórico é reconhecer a sua singularidade como criação humana, valorizar os seus méritos construtivos e estilísticos, e chancelar sua importância para a memória e a identidade de um lugar, no caso aqui, da cidade de Vitória.

Revitalização Urbana

A revitalização urbana é um projeto em curso permanente na administração municipal, que visa valorizar as áreas de interesse histórico e cultural da cidade de Vitória, tais como: os bairros Centro de Vitória, Parque Moscoso, Vila Rubim, Praia do Canto, e Jucutuquara.
Esses lugares são marcados pela persistência de exemplares de arquiteturas de estilos de épocas passadas, entre as quais podem ser citadas:

  • As edificações no estilo do período Brasil Colônia (1500 a 1822), como é o caso da atual sede da regional do IPHAN, no Centro;
  • Mercado São Sebastião, em estilo neocolonial, localizado em Jucutuquara e construído em 1949.
Diego Alves
Mercado São Sebastião
Foto Divulgação
Sede da 21ª Superintendência Regional – IPHAN

Para a execução e acompanhamento das ações de revitalização foi criada, na década de 1990, a Coordenação de Revitalização Urbana (SEDEC/GPU/CRU), composta por arquitetos e urbanistas e que atua desenvolvendo e acompanhando projetos relacionados ao patrimônio edificado de Vitória. 

Última atualização em 30/03/2023, às 16h49

Programa identifica construções que precisam ser preservadas

Vitor Nogueira
Prédio do centro de Vitória revitalizado

Uma das ações da Coordenação de Revitalização Urbana é identificar os imóveis da capital que precisam ser preservados, como parte atuante da memória coletiva dos habitantes de Vitória.

Esses bens podem ser recuperadas por meio dos instrumentos legais disponíveis: identificação e/ou tombamento.

Em Vitória, entre os imóveis identificados como de interesse histórico e cultural e os tombados em nível federal, estadual e municipal estão quase 200 imóveis. Todos são protegidos por lei para garantir sua integridade física e incentivar a recuperação e os usos compatíveis com o imóvel. A localização dos imóveis pode ser consultada no site Geoweb Vitória.

Última atualização em 30/03/2023, às 16h57

Isenção de IPTU - Imóveis de interesse de preservação ou tombados

Francisco Neto
Parte de fachada de prédio no centro de Vitória

Os proprietários de imóveis identificados como de interesse de preservação ou tombados recebem desconto de 50% a 100% no valor do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).

A concessão do benefício fiscal é garantida pela Lei nº 4.476/1997 e regulamentada pelo Decreto nº 14.072/2008 e está condicionada ao estado de conservação do imóvel.

O benefício fiscal é de caráter permanente. Uma vez concedido, é realizada vistoria anual do imóvel, visando à manutenção ou não do benefício.

Retrofit

Entre as ações de apoio à revitalização urbana destaca-se a Lei do Retrofit (Lei n° 9.882/2022). Por concentrar o conjunto edificado mais antigo da cidade, o bairro Centro foi escolhido para incidência da lei.

Retrofit na arquitetura é o termo utilizado para o processo de modernização de edificações antigas com o objetivo de adaptá-las às necessidades técnicas, funcionais, de segurança, acessibilidade e de conforto atuais, contribuindo para aumentar a vida útil do edifício e o bem-estar de seus moradores e usuários.

Para aderir ao programa Retrofit devem ser promovidas melhoria integral das fachadas, coberturas e áreas de uso comum, incluindo a adaptação tecnológica do conjunto de instalações e equipamentos, bem como o aproveitamento da estrutura e da volumetria de um imóvel existente, dando novo uso adequado à realidade social e econômica do meio no qual está inserido.

Como benefício, os parâmetros construtivos foram flexibilizados e os proprietários receberão isenção total do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) durante 5 (cinco) anos, a partir da emissão do Alvará de Execução. Para os imóveis que forem destinados à habitação de interesse social, o desconto no imposto se estenderá por mais 5 anos.

Última atualização em 30/03/2023, às 17h01

Casarão Cerqueira Lima abriga Gabinete do Centro e exposição de arte

André Sobral
Casarão Cerqueira Lima

Com mais de 100 anos de existência, o Casarão Cerqueira Lima é uma das construções históricas mais bonitas do Centro de Vitória. Localizado na região da Cidade Alta, onde está o Palácio Anchieta, o local foi transformado em galeria de arte e desde o dia 31 de julho de 2014 abriga o Gabinete do Centro.

O espaço, que conta com recepção, sala de reuniões, banheiros, jardim e estacionamento, é usado pelo Prefeito de Vitória e sua equipe para atendimento e despachos de demandas da administração municipal.

O Conselho Municipal de Cultura aprovou por unanimidade a instalação do gabinete dividindo espaço com a exposição no Casarão. As iniciativas fazem parte do projeto de resgate e valorização do Centro.

Onde fica

Rua Muniz Freire, 23, Cidade Alta, Centro - Ver no mapa
Telefone: (27) 3132-5067

Última atualização em 07/06/2024, às 18h45


Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 - Protocolo Geral
(Atendimento ao público de 08 às 17 horas)